Hot Yoga, a nova sensação do momento para emagrecer

Hot Yoga, a nova sensação para emagrecer do momento
Na verdade, “nova” entre aspas, pois o Hot Yoga já existe há mais de 5 mil anos, porém somente nas últimas 4 décadas que ela vem se popularizando ao redor do mundo. O Hot Yoga (Yoga Quente) se caracteriza em realizar posições de ioga em salas aquecidas em torno de 40 graus e com a umidade em torno de 40 %.

Além de promover uma grande queima de calorias (cerca de 900 calorias em uma só aula) o Hot Yoga traz também muitos outros benefícios como aumento do condicionamento físico, flexibilidade, definição dos músculos, eliminação de toxinas, além dos benefícios mentais como alívio do estresse e da ansiedade, melhora do humor e aumento da capacidade de concentração.

O Hot Yoga, apesar de ser um tipo de modalidade de baixo impacto, ajuda a fortalecer o núcleo muscular e modelar o corpo, especialmente os glúteos, barriga e as pernas. Também contribui para a pressão sanguínea e eleva a frequência cardíaca, o que faz com que o metabolismo do corpo fique mais rápido.


Confira: Gel Redutor de Medidas, Flacidez e Estrias >>>

Aula-Bikram-Yoga
Diante de tantos benefícios, o Hot Yoga cada vez mais está ganhando popularidade e muitas celebridades já afirmaram serem adeptos dessa modalidade como Daniele Suzuki, Madonna e George Clooney. Dentre os estilos de Hot Yoga mais difundido está o Bikram Yoga, criado pelo guru indiano Bikram Choudhury.

Ele criou uma sequência de 26 posições (Hatha yoga) e abriu centenas de escolas no mundo. Hoje em dia, porém existem muitas outras escolas que desenvolveram outros estilos como Absolute, Forrest, Power e a TriBalance.

Um dos principais motivos da grande procura pelo Hot Yoga é que esta prática favorece o aumento do metabolismo. Por causa do calor da sala, a transpiração é intensa durante toda a aula, o que ajuda a eliminar as toxinas da pele.

Mas por este mesmo motivo, é fundamental repor os líquidos e sais minerais antes, durante e após a aula. Outra recomendação para quem deseja fazer o Hot Yoga é verificar se o corpo está com níveis balanceados de cálcio, magnésio e potássio, já que ocorre perda destes de minerais juntamente com o suor.

Yoga tradicional X Yoga quente

Em primeiro lugar é a quantidade de calorias perdidas durante a aula. Uma aula de Yoga tradicional ajuda a perder em média de 200 a 500 calorias. Já com o Hot Yoga é possível perder até 900 calorias, dependendo do organismo, é claro.

Outra vantagem do Hot Yoga é que por causa do calor, os vasos sanguíneos ficam mais relaxados, fazendo com que o corpo tenha mais flexibilidade para realizar movimentos e posturas, mesmo as mais difíceis. O calor da sauna também contribui para o relaxamento, além de melhorar a respiração.

Recomendações sobre o Hot Yoga

Não é qualquer pessoa que se adapta bem a esta modalidade, especialmente por causa do calor. Algumas pessoas pode sentir sintomas como tonturas, náuseas, fraqueza, dor de cabeça, confusão mental, visão embaçada. Caso sinta qualquer um desses sintomas, pare o exercício e saia imediatamente da sala. Esta modalidade também não é indicada para gestantes e crianças menores de 12 anos.

Consulte um médico antes de praticar o yoga quente, especialmente se você tem diabetes, doença cardiovascular ou respiratória, ou problemas relacionadas à pressão sanguínea. No início é melhor ficar menos tempo na aula, respeitando os limites e a adaptação do seu corpo em relação ao calor.

Para saber mais informações sobre o Hot Yoga e quais as academias que oferecem essa modalidade no Brasil, visite o site oficial.

Veja como é uma aula de Hot Yoga


Link do vídeo

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *