Nova Dieta da Proteína – Emagreça com Menos Sacrifício

Veja como funciona a Nova Dieta da Proteína
A Dieta da Proteína, criada pelo Dr. Atkins é uma das mais populares do mundo. Muitas pessoas dizem que ela realmente dá resultados, porém por ser muito restritiva, nem todos conseguem segui-la de forma correta. Pensando nisto, George L. Blackburn, um especialista em obesidade da Universidade Harvard criou uma dieta chamada Protein Power Diet.

Esta dieta visa reduzir a quantidade de carboidratos consumidos, mas sem cortá-la totalmente. O carboidrato é o nosso principal combustível e quando a cortamos radicalmente, os sintomas podem ser de desânimo e fraqueza, alguns dos motivos que levam as pessoas a desistir da dieta logo no começo.

Já a Protein Power Diet, batizada como Dieta da Proteína de alto Valor Biológico não é tão radical assim, embora seja prioridade reduzir as quantidades de carboidratos e gordura consumidas. E o melhor de tudo, é que mesmo sem cortar radicalmente esses alimentos é possível perder até 7 quilos em 14 dias.

Princípios da Nova Dieta da Proteína

Um dos motivos que levam uma dieta proteica a emagrecer é devido ao fato de que proteína possui um efeito termogênico, que faz acelerar o metabolismo. Isso acontece porque as proteínas são bem mais difíceis de serem absorvidas pelo organismo em comparação aos carboidratos e gorduras.

Por causa disso, ele precisa queimar mais calorias para conseguir digerir as proteínas, e pra isso vai buscar energia concentrada em forma de gordura estocada em nosso corpo como barriga, pneus e culotes. Desta forma, ocorre uma maior queima de gordura que por sua vez contribui para o emagrecimento.

Se a pessoa for adepta das atividades físicas, a nova dieta da proteína pode trazer ainda mais benefícios, como por exemplo aumento da massa magra muscular, proporcionando um corpo mais sequinho e enxuto.

A Nova Dieta da Proteína enfatiza o consumo de alimentos que sejam fontes de proteína como carnes magras, clara de ovo, laticínios em geral como leite e derivados e um suplemento que oferece uma proteína de alto valor biológico e de fácil absorção: O whey protein, um suplemento extraído do soro do leite.

Mas porque o Whey Protein é tão importante nesta dieta? Bom, como se trata de uma dieta à base de proteínas e levando-se em conta que este suplemento é uma proteína de alto valor biológico, então porque não incluí-lo na dieta e obter todos os benefícios que ele pode proporcionar?

Por mais que as carnes magras tenham proteína, não podemos esquecer de que também possuem gordura saturada que em excesso traz problemas à saúde, especialmente para o coração. É aí que entra o whey protein, afinal ele é uma fonte de proteína de qualidade e com uma quantidade quase insignificante de gordura saturada se formos comparar com os demais alimentos.

Alimentos Proibidos

Alguns voltam a entrar no cardápio na fase 2, outros apenas na 3

• Açúcar branco e mascavo
• Farinhas refinada e integral
• Massa
• Doce
• Sorvete (nem os de fruta)
• Pão (nem os integrais)
• Batata, mandioca, mandioquinha, batata-doce, cenoura, beterraba, abóbora, tomate, azeitona
• Sucrilhos
• Granola
• Aveia
• Queijo amarelo e embutidos em geral (salame, mortadela)
• Refrigerante (nem os diet ou light)
Água com gás
• Fruta seca (passas, damasco, ameixa)
• Oleaginosa (castanha, noz, amêndoa)
• Gelatina diet

Alimentos Permitidos

Alimentos que podem ser consumidos nas fases 1, 2 e 3

Whey protein (proteína isolada do soro do leite)
• 3 ovos inteiros por semana
• Clara de ovo
• Leite e iogurte desnatado ou light
• Queijo minas frescal light 0% gordura,
• Ricota light
• Peito de peru light ou frango
• Presunto light,
• Carne branca (frango sem pele) e coelho
• Carne vermelha magra (patinho, lagarto, rosbife)
• Peixe (anchova, sardinha, salmão, atum, cação, pescada, tilápia e Saint Peter)
• Agrião, alface, brotos de feijão e alfafa, pepino, espinafre, brócolis, couve-flor, rabanete
• Condimentos (vinagre, ervas aromáticas, alho, limão e sal em dose moderada)

Fases da nova Dieta da Proteína

Para trazer melhores resultados, a Dieta foi dividida em 3 fases. Lembre-se que em todas as fases é importante manter uma boa hidratação. Para isso, ingira no no mínimo 2 litros de água diariamente ao longo do dia.

Fase 1: Duração 14 dias – Menos 7 kg na balança

 

O sucesso da dieta com certeza dependerá dessa primeira fase que promete emagrecer até 7 kg em duas semanas. É a fase mais restritiva: O cardápio tem em média 1000 calorias. É importante que você pratique atividade física moderada durante esta primeira fase para dar uma sacudida no metabolismo.

Se a intenção é perder até 7 kg, então você pode pular a segunda fase e ir direto para a terceira fase que é a de manutenção. A seguir veja uma sugestão de cardápio para a primeira fase da dieta da proteína de alto valor biológico.

Cardápio da Fase 1

 

Café da manhã
Opção 1:
1 taça de musse de morango com whey protein. Confira a receita.
1 ovo cozido ou mexido

Opção 2:
Shake de Whey Protein: Bata no liquidificador 1 copo (200 ml) de leite desnatado + 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência).
2 fatias médias de queijo minas frescal light 0% de gordura
2 fatias de presunto magro

Opção 3:
Bata no liquidificador 1 pote (100 g) de iogurte desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência).
4 fatias de peito de peru light
1 queijinho fundido light

Lanche da manhã
Opção 1:
1 xíc. (chá) de café com leite desnatado e adoçante

Opção 2:
1 pote (100 g) de iogurte desnatado (adoçante, opcional)

Opção 3:
2 fatias de peito de peru
2 fatias médias de queijo minas frescal light 0% de gordura

Almoço
Opção 1:
Salada completa: 4 col. (sopa) de atum e folhas verdes de sua preferência, à vontade

Opção 2:
Salada mista: agrião, alface, espinafre, pepino, rabanete e brotos de feijão e alfafa, à vontade
1 filé (120 g) de frango grelhado

Opção 3:
Salada verde: alface, rúcula e agrião, à vontade
1 filé (120 g) de filé-mignon grelhado

Lanche da tarde
Opção 1:
1 taça de gelatina cremosa de morango com whey protein. Confira a receita.

Opção 2:
Shake proteico: Bata no liquidificador 1 copo (200 ml) de leite desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência).

Opção 3:
1 pote (100 g) de iogurte desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência)

Jantar
Opção 1:
Salada de folhas verdes de sua preferência, à vontade
1 filé (200 g) de peixe (pescada, merluza, badejo) ou 1 peito (120 g) de frango grelhado

Opção 2:
1 prato (fundo) de sopa de creme de brócolis. Confira a receita.
1 filé (120 g) de frango grelhado

Opção 3:
Omelete: 1 gema e 2 claras com 2 xíc. (chá) de brócolis cozidos no vapor

Fase 2: Duração de 5 semanas – Reeducando seu organismo

 

Alguns alimentos antes proibidos passam a ser permitidos na segunda fase da dieta, porém um de cada vez a cada semana. Continua-se a priorizar proteínas magras, gorduras boas e vegetais e frutas com baixo índice glicêmico. O cardápio da 2° fase começa com 1100 calorias até chegar a 1500 calorias.

Cardápio de Fase 2

 

1ª SEMANA
Café da manhã

Shake de Whey Protein: Bata no liquidificador 1 copo (200 ml) de leite desnatado + 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência).
1 fatia de pão integral ou 1 pão francês integral ou 1 fatia de pão sírio pequeno
A partir de agora você poderá incluir uma fruta (1 maçã ou 1 banana-prata ou 1 pera ou 1/3 de papaia ou 1 fatia média de mamão ou 1 fatia média de melão ou 1 laranja ou 5 morangos ou 1 kiwi).

Lanche da manhã
O mesmo da fase 1

Lanche da tarde
Shake proteico: Bata no liquidificador 1 copo (200 ml) de leite desnatado e 2 col. (sopa) de whey protein (no sabor de sua preferência)

Almoço e Jantar
O mesmo da fase 1, porém agora você poderá incluir também verduras e legumes à vontade (acelga, abóbora, abobrinha, couve-flor, berinjela, tomate, cenoura)

2ª SEMANA
O cardápio é o mesmo da 1° Semana, porém agora você poderá adicionar 1 porção de fruta da sua preferência no lanches da manhã e da tarde.

3ª SEMANA
O cardápio é o mesmo da 2° semana, só agora você poderá adicionar ao almoço, 1 porção de carboidratos (3 colheres/sopa de arroz integral ou 1 pegador de macarrão integral ou 2 fatias de pão integral) ou 1 porção de grãos (3 colheres/sopa de lentilha, ervilha, feijão ou feijão-branco ou grão-de-bico.

4ª SEMANA
O cardápio é o mesmo da 3° semana, porém agora está permitido incluir 1 porção de carboidratos/amido: 2 batatas pequenas assadas ou cozidas ou 1/2 mandioca ou 1 pedaço de mandioquinha ou 2 col. (sopa) de abóbora + 1 porção de frutas: 1 banana-prata ou 1 maçã ou 1 pera ou 1/3 de papaia ou 1 fatia média de mamão ou 1 fatia média de melão ou 1 laranja ou 5 morangos ou 1 kiwi.

5ª SEMANA
O cardápio é o mesmo da 4° semana, porém agora você poderá adicionar 1 fatia de mussarela e 1 col. (chá) de margarina ou manteiga light no café da manhã.

Fase 3 – Até quando desejar – Manutenção do peso

 

Ao chegar nesta fase, você já vai ter conquistado o peso ideal, o que significa que a partir de agora, você terá que se preocupar somente em manter seu peso. Nessa etapa, você poderá comer de tudo, inclusive doces, mas com moderação é claro.

A partir de agora o consumo de whey protein não é mais obrigatório, mas é importante manter proteínas de alto valor biológico.

Não será mais preciso restringir nenhum alimento, mas é importante controlar o que come e a quantidade do que come. Seu corpo já vai estar adaptado para essa nova rotina alimentar. Cabe somente a você não deixar a peteca cair, procurando sempre seguir as regras principais da dieta.

Cardápio Fase 3

 

Café da manhã
Opção 1:
1 pote (100 g) de iogurte light
1 copo (200 g) de suco light de fruta
1 pão francês integral com 1 fatia de mussarela light
1 fatia de peito de peru

Opção 2:
1 pote (100 g) de iogurte light
2 col. (sopa) de granola light
1 fatia de pão integral
1 fatia de peito de peru
2 fatias de queijo branco

Opção 3:
1 pão francês sem miolo com 1 col. (sopa) de queijo cottage
1 xíc. (chá) de café com leite desnatado e adoçante
1 fruta (banana, ameixa vermelha)

Lanche da manhã
Opção 1:
2 torradas integrais com 1 col. (sopa) de queijo cottage

Opção 2:
1 queijinho fundido light
3 damascos
3 nozes

Opção 3:
1 pote (100 g) de iogurte light
1 fruta (maçã, pera, kiwi)

Almoço
Opção 1:
3 col. (sopa) de arroz (integral, de preferência) +
1 filé (120 g) de salmão grelhado
3 col. (sopa) de grão-de-bico
Salada mista: 1 prato (sobremesa) de cenoura e beterraba raladas, pepino e alface-crespa
1 pires (chá) de abobrinha refogada
1 fruta (1 fatia de melão ou de abacaxi)

Opção 2:
3 col. (sopa) de arroz integral
3 col. (sopa) de feijão
1 filé (120 g) de peito de frango grelhado
Salada mista: 1 prato (sobremesa) de agrião, rúcula, alface e tomate
1 pires (chá) de brócolis refogados
1 rodela de abacaxi

Opção 3:
3 col. (sopa) de purê de batata
2 col. (sopa) de ervilha
1 filé (120 g) de carne magra (alcatra, patinho) grelhada
Salada mista: 1 prato (sobremesa) de tomate, alface-americana e repolho-roxo
1 pires (chá) de escarola refogada
1 fatia de manga

Lanche da tarde
Opção 1:
1 fatia de pão integral
1 fatia de mussarela
1 fatia de peito de peru

Opção 2:
1 caixinha (100 ml) de suco de soja light
6 amêndoas

Opção 3:
1 pote (100 g) de iogurte light
1 barrinha de cereal integral light

Jantar
Opção 1:
1 filé (120 g) de peito de frango ou peixe assado cozido ou grelhado
1 prato (sobremesa) de folhas verdes, tomate, cenoura ralada, pepino, erva-doce) ou 2 xíc. (chá) de legumes cozidos (brócolis, couve-flor, acelga, abobrinha)
1 fruta (maçã, pera)

Opção 2:
1 prato (fundo) de sopa de legumes com carne ou frango (100 g) e macarrão integral (opcional)
1 laranja

Opção 3:
Omelete: 1 gema + 2 claras, tomate picado, cebola e cebolinha
1 pires (chá) de legumes cozidos (brócolis, acelga, couve-flor, berinjela) +
1 pera

Ceia
Opção 1:
1 pote (100 g) de iogurte light com 1 col. (sobremesa) de aveia

Opção 2:
2 fatias de queijo branco com 1 col. (chá) de geleia diet ou sem açúcar

Opção 3:
1 xíc. (chá) de leite desnatado com 1 col. (sobremesa) de achocolatado light

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>